Lobotomia
Dar-me-ei voz

Que som macabro é esse que sai do meu coração e não passa do meu peito?

Que olhar é esse que assombra cada espaço que se mostra?

Que pele é essa que habito, que imito, que limito?

Que caminho é esse que se fecha quando existe e se abre quando não me encosta?

Rachel Tamburini

Melancolia

E agora
Que preciso daquele silêncio melancólico
Vindo das ondas mais inebriadas
Do fundo do mar
De uma estrela sem ar
Encostada em um coral qualquer
De qualquer cor
Com qualquer dor
Que escute este meu ser
Que desfaça este ter
E me leve daqui
Traga-me dalí
Um barco qualquer
No peito que vier
Que estrala
Que se estraga
Por bater assim sozinho
Assim pequeno
Bem aqui, no meu ninho
Só assim, bem quietinho

Rachel Tamburini

Demissão

Demito a Felicidade,

Invasora da solidão,

Não permite que me abata 

O Vento da confusão

Megera!

Tenho dívidas a quitar!

Deveras, enfim,

A um abismo se atirar

Não me mata,

Rima inata,

De uma forte

Ou tão simples morte

Morro por melancolia 

De um começo sem fim

Morro, dia e noite

Pois a vida vem enfim

Rachel Tamburini

Homicídio

Cá, coloco-me em palavras

Estranhas, tais,

Que roubam asas

E partem do meu cais

Partem para um oceano

Com um mero e desertor cântico

Livre de todo âmago 

De um homicídio semântico

Rachel Tamburini

dabhabit:

When I was in the hospital
I was roomed with a schizophrenic
And she was the most gentle person I have ever met
There was a boy with a long deep slit across his neck
Who told very funny jokes
A girl who never spoke a word
Would draw the most beautiful pictures
The boy who shook with anxiety
Could hold the most intelligent conversations
Even the girl who screamed in her sleep and picked at her skin
Had a heart the size of the ocean
We are not who you think we are

skinnyknees:

Lee Price's self portrait oil paintings

Gorillaz - On Melancholy Hill (Acoustic)
154,727 plays

artmonia:

Light Paintings by Darren Pearson.